segunda-feira, 21 de maio de 2012

A self-meta-auto-citação de si-mesmo-próprio

(Escrevo isso ainda sob efeito do clipe de Eu quero tchu, eu quero tcha, featuringue Neymar, exibido pelo Fantástico há pouco)

Certa vez li num texto desses moderninhos da comunicação que os estabelecimentos comerciais contemporâneos são "outdoors de si mesmos".

Associei essa ideia ao fato de que, realmente, algumas lojas têm placas tão grandes e berrantes que ocupam toda a fachada, e fazem o interior parecer uma tímida venda, onde se comercializa os produtos anunciados.

A citação dirigida a si mesmo me incomoda na música. Mesmo sutil, sempre me soou estranha aquela espécie de refrão autorreferente do clássico Redemption Song, de Bob Marley. É como se a música dissesse: "Não tenho um refrão bom, mas meu nome é ótimo, grave-o na cabeça e lembre-se de mim para sempre. Por favor."

(Desculpa, Bob, eu te adoro)



Bem menos discreto foi o É o Tchan, quando ainda se chamava Gera Samba. A banda fez uma frase completa - 75 caracteres, ao todo - de reclame publicitário para anteceder o inesquecível estribilho da Dança do Bumbum:

Agora o Gera Samba mostra pra vocês / A dança do bumbum que pegou de uma vez

(Tenho vergonha de reproduzir a continuação da música, então vou deixar meio apagadinho só para quem ainda não pegou.)

Bota a mão no joelho, dá uma abaixadinha / Vai mexendo gostoso, balançando a bundinha



Mas até o É o Tchan parece de uma timidez bárbara ao lado de Eu quero tchu, eu quero tcha, da dupla João Lucas e Marcelo.

Eles inverteram a lógica. Conseguiram fazer uma letra que contém mais autorreferência do que, digamos, "letra efetiva", conforme constatei ao completar o estafante trabalho de ler a composição inteira.

Localizei, ao todo, 86 caracteres de "letra efetiva", não publicitária, fora o refrão. Ó:

Cheguei na balada / doidinho pra biritar,
A galera tá no clima / todo mundo quer dançar

Todos os 717 caracteres restantes são autorreferências inequívocas, o que, provavelmente, é passível de registro no Guiness Book. Olha só:

O Neymar me chamou, e disse "faz um tchu tcha tcha",
Perguntei o que é isso, ele disse "vou te ensinar".
É uma dança sensual, em Goiânia já pegou,
Em Minas explodiu, em Santos já bombou,
No Nordeste "as mina" faz, no verão vai pegar,
Então faz o tchu tcha tcha, o Brasil inteiro vai cantar.


Com João Lucas e Marcelo,


Eu quero tchu, eu quero tcha
Eu quero tchu tcha tcha tchu tchu tcha
Tchu tcha tcha tchu tchu tcha (2x)


(Cheguei na balada, doidinho pra biritar,
A galera tá no clima, todo mundo quer dançar,) Trecho "imune"
Uma mina me chamou, e disse "faz um tchu tcha tcha",
Perguntei o que é isso, ela disse " eu vou te ensinar".
É uma dança sensual, em Goiânia já pegou,
Em Minas explodiu, em Tocantins já bombou,
No nordeste as mina faz, no verão vai pegar,
Então faz o tchu tcha tcha, o Brasil inteiro vai cantar.